Planeta Home

Rakuten

sábado, 27 de maio de 2017

Comentário do Planeta DC: Coleção Graphic Novels DC Especial #1 - Batman: Cataclismo (Editora Eaglemoss)

Li Coleção Graphic Novels DC Especial #1 - Batman: Cataclismo, 464 páginas, R$ 89,99, que reúne o longo arco Cataclismo, publicado em 1998 nas revistas Detective Comics, Batman, Shadow of the Bat, Nightwing, Robin, Catwoman, Azrael e edições especiais, lançado em julho de 2016, pela Editora Eaglemoss.



É mais um dia comum em Gotham City quando um terremoto devastador de 7.6 na escala Richter atinge a cidade. Em questão de minutos, toda a cidade é destruída, incluindo a Mansão Wayne e a Batcaverna. Batman é pego de surpresa e cai dentro de uma fenda que se abriu, James Gordon desaparece sob os escombros, assim como Havery Bullock. Barbara Gordon começa a coordenar os esforços em prestar ajuda aos cidadãos.



Batman consegue ajudar Alfred e deixá-lo num local seguro dentro do que sobrou da caverna, e escapa pelos subterrâneos da caverna. A triste visão do que aconteceu à cidade que ele protege o impele a prestar ajuda a todos que ele consegue, numa demonstração de perseverança sobre-humana e altruísmo.

Ao saber do acontecido, Asa Noturna sai de Bludhaven e vai à Gotham usando acesso marítimo. Ao chegar à cidade, passa a ajudar as pessoas e se encontra com Barbara, Robin e Alfred sucessivamente. Robin retorna da Europa onde estava se aperfeiçoando e se surpreende com a devastação de Gotham. Ele também presta ajuda aos feridos, mas não descansou enquanto não encontrou seu pai.

A Salteadora conhece a Caçadora e as duas ajudam a deter alguns fugitivos da Prisão Blackgate. O problema é que, entre aqueles que estão sendo perseguidos pelas duas vigilantes, está o pai da Salteadora – Arthur Brown! Azrael precisa lidar com Bane que escapou quando o terremoto começou. Ra’s Al Ghul se delicia ao ver como seu maior oponente lida diante da catástrofe. Seu pensamento é bem resumido quando ele diz: “Não há vilões a esmurrar. Não há Bane ou Coringa. Você não pode dar vazão à sua necessidade infantil de se vingar”.


Há alguns contos interessantes nessa saga, como por exemplo, o prisioneiro de Blackgate sentenciado à morte – Jared Manx, que mesmo sendo culpado, alega inocência e quando se vê livre, ao invés de fugir, acaba ajudando sua advogada e uma freira. O que motivou Jared a fazer isso? Outro conto interessante aconteceu com o recém funcionário do Asilo Arkham – Greg Roark, que é aprisionado e submetido à todo tipo de loucura por alguns dos lunáticos do Arkham que conseguiram escapar por causa do terremoto. Um final de dar medo.

Outro personagem que merece uma citação à parte é a Mulher-Gato. Sua participação foi uma das melhores da saga, mostrando mais uma vez sua moral dúbia sendo colocada à prova quando ela tenta fugir de um shopping, mas se vê às voltas com um grupo de pessoas feridas e necessitando de ajuda que só ela poderia prover. Uma menina morre em seus braços durante o salvamento e no final, ela simplesmente não aguenta e chora.

Durante a saga, um vilão autodenominado Tremor assume a responsabilidade pelo terremoto e exige cem milhões de dólares para não destruir a cidade de uma vez por todas. Após algumas investigações por parte do Robin, Harvey Bullock e René Montoya, acabam descobrindo a verdadeira identidade do Tremor e se ele realmente foi o responsável pelo terremoto ou se está apenas se aproveitando de um desastre natural.


Uma trama bem interessante e diferente. Como os policiais e os Vigilantes de Gotham lidariam se a cidade fosse devastada por um terremoto. Como os vilões reagiriam? É importante notar que, em nenhum momento, Batman enfrenta alguém. Os combates ficam por conta de seus aliados, mas o próprio homem morcego não enfrenta ninguém, apenas procura de forma incansável e altruísta os feridos e sobreviventes. Um pensamento do próprio Batman pode ser explicado nessa frase: “Combater o crime, procurar pistas, resolver charadas, descobrir motivos, deter ladrões, assassinos e loucos... disso, ele entende”. Mas o que acontece quando ele precisa lidar com um problema tão diferente do que ele está acostumado e treinado para enfrentar? Excelente saga, leitura recomendada.

Por Roger