Planeta Home

Rakuten

sábado, 5 de novembro de 2016

Análise do Planeta Marvel: Guerras Secretas Vingadores 2 – Força-V (Editora Panini)

Veja a análise do Planeta Guerras Secretas Vingadores 2 – Força-V, escrito por Marguerite Bennett e G. Willow Wilson e desenhos de Jorge Molina, lançado pela Panini.



Sinopse:
Em meio ao caos do Mundo Bélico existe uma ilha: Arcádia, um oásis de paz sob a proteção da Força-V, uma equipe de Vingadoras encabeçada pela Mulher-Hulk. Um ataque misterioso acaba acarretando no exílio de América Chavez. Agora, a baronesa de Arcádia deve descobrir quem é o traidor que ameaça a paz de seu mundo!  
(A-Force 1-5)

Análise:
Antes de qualquer coisa, é bom lembrar que na época do lançamento de Guerras Secretas, o editor Tom Breevort disse que todos os tie-ins, embora levassem os títulos de grandes sagas que marcaram a Marvel, os autores teriam total liberdade de escolhas e adaptação das histórias. Deixarei esse lembrete em todas as minhas análises de Guerras Secretas.

Dito isso, Força-V não se trata de nenhuma saga Marvel publicada anteriormente. Jennifer Walters é a Baronesa da paradisíaca Ilha de Arcádia, que tem seus dias de paz perturbados por ataques misteriosos provocados por portais que dão acesso a outros domínios. Um a um, membros importantes de sua força tarefa formada originalmente por Capitã Marvel, Cristal, Nico Minoru, Loki, Medusa e Miss América são eliminadas de uma forma ou de outra. Mesmo contrariando a vontade suprema de Destino, a Força-V precisa investigar e descobrir quem está por trás de tudo isso. Uma história bem escrita, com uma narrativa fluente e bons desenhos. Não se trata de nenhuma leitura formidável, mas é cativante e torcemos pelos personagens centrais da trama, o que é um mérito da dupla de escritoras. Leitura recomendada.


Por Roger