Planeta Home

Rakuten

domingo, 4 de dezembro de 2016

Análise do Planeta Marvel: Guerras Secretas X-Men 5 – Tempos de um Futuro Esquecido (Editora Panini)

Veja a análise do Planeta Guerras Secretas X-Men 5 – Tempos de um Futuro Esquecido, escritor por Marguerite Bennett e desenhos de Mike Norton, lançado pela Panini.



Sinopse:
No domínio do Mundo Bélico conhecido como Distopia, os X-Men, liderados por Kitty Pryde, lutam para se livrar dos Sentinelas! Do lado oposto, o presidente Kelly, preocupado com o resultado das votações que a Lei de Registro Mutante pode provocar entre a população, contrata dois capangas para causar um motim, levando a um conflito que pode trazer grandes perdas para ambas facções!

Análise:
Antes de qualquer coisa, é bom lembrar que na época do lançamento de Guerras Secretas, o editor Tom Breevort disse que todos os tie-ins, embora levassem os títulos de grandes sagas que marcaram a Marvel, os autores teriam total liberdade de escolhas e adaptação das histórias. Deixarei esse lembrete em todas as minhas análises de Guerras Secretas.

Dito isso, Tempos de um Futuro Esquecido traz o Presidente Robert Kekky, servindo como barão de Destino em Utopia. Ele deseja impedir que uma nova lei atrapalhe seus planos de extinguir toda a raça mutante, que vive em campos de contenção. Em um desses campos, vive um grupo formado por Colossus, Kate Pryde, a filha Chrissie, Magneto e Rachel, que planejam salvar Kelly a fim de convencê-lo a mudar sua opinião. Nessa trama, Wolverine e o jovem Cameron também são peças fundamentais. Aliás, a escritora Marguerite Bennett faz uma bela homenagem à saga original criada por Claremont/Byrne ao utilizar todos os seus personagens. Mas o foco principal fica à cargo dos novos personagens – Cameron e Chrissie – e seus embates ideológicos. Essa história gira em torno das ideologias, porém, achei que o desenvolvimento final que justamente explica a trama com suas reviravoltas poderia ter sido melhor. No contexto geral, uma leitura satisfatória.


Por Roger