Planeta Home

Rakuten

sábado, 3 de dezembro de 2016

Comentário do Planeta DC: Superman – Lois & Clark (Editora Panini)

Leia o comentário do Planeta sobre Superman – Lois & Clark, lançado pela Editora Panini em setembro de 2016.


Sinopse:
Em decorrência da saga Convergência, Clark Kent chega a uma Terra que desconhece e precisa se adaptar. Sua sorte é ter a esposa, Lois Lane, e o filho de nove anos ao seu lado. Esse novo mundo possui muitas similaridades e algumas diferenças assombrosas com a realidade natal da família, e a vida que tentam levar às escondidas é constantemente ameaçada. Mas é claro que o Superman, seja lá de que lugar venha, não consegue se omitir quando pode ajudar a humanidade... mesmo quando isso significa arriscar tudo o que ama! Com roteiros de Dan Jurgens (Superman, Gladiador Dourado) e desenhos de Lee Weeks (Demolidor, Wolverine), essa edição apresenta um novo e vibrante olhar sobre o casal mais adorado dos quadrinhos de super-heróis!
(Superman: Lois & Clark 1-8)

Comentário:
Edição #1: Clark, Lois e seu filho são algumas das vítimas de Convergência que tiveram seu universo acabado. Eles ajudaram a reiniciar o Multiverso e vieram para os primórdios da Terra dos Novos 52, desde que Darkseid invadiu a Terra, originando a Liga da Justiça. Em um lugar onde os heróis não são bem vistos, Clark decide operar secretamente. Lois continua escrevendo mas de forma anônima, sob o pseudônimo de Autor X.

Edição #2: Clark salva o ônibus espacial Excalibur que retornava de uma missão em Júpiter. Porém, sua aterrissagem “milagrosa” levanta suspeita das autoridades. Mesmo escrevendo em segredo, Lois é descoberta e perseguida pela Intergangue.

Edição #3: Hank Henshaw era um dos tripulantes da Excalibur que Superman salvou. A fim de se certificar de que esse Henshaw não será como a da outra Terra, que se tornará o Superman Ciborgue, Clark o leva para Fortaleza da Solidão escondida e realizar alguns testes. De repente, Henshaw desperta sendo controlado por Blanque, antigo inimigo que Clark enfrentou em seus primeiros dias na sua nova Terra.

Edição #4: Cada vez mais a Intergangue se aproxima de Lois, colocando a vida de Jon também em risco. Na Fortaleza, Henshaw sob controle mental, liberta o poderoso Blanque que derrota Clark e marca Lois e Jon como seus próximos alvos.

Edição #5: Somente com a ajuda de Henshaw, livre do controle mental, Clark consegue deter e aprisionar Blanque novamente. Quando retorna para casa, na Califórnia, Lois diz que sua amiga e editora Cora Benning, a única que também sabe sua identidade como Autor X, foi sequestrada pela Intergangue. E Jon encontra o antigo uniforme de Superman do seu pai.

Edição #6: Clark descobre onde Cora estava sendo aprisionada e consegue libertá-la, mas, nesse meio tempo a Intergangue sequestra Lois e Jon. Enquanto se dirigia para salvar sua esposa e seu filho, Clark é distraído por um acidente provocado por um programa de reality show e acaba perdendo tempo precioso. E após um longo tempo procurando, Hyathis chega à Terra em busca da Pedra do Esquecimento que, aparentemente, está em posse de Hank Henshaw.

Edição #7: Clark continua a ajudar as pessoas na Ponte Roosevelt e perde tempo para salvar Lois e Jon. Quando o local onde eles estavam aprisionados estava em chamas e prestes a explodir, o pequeno Jon manifesta super poderes e salva sua mãe. Jon está confuso e irritado pela descoberta de que seu pai é “um Superman” e que ele também tem poderes extraordinários. O momento de revelar toda a verdade chegou.

Edição #8: Henshaw só possui metade da Pedra do Esquecimento. A outra parte está na Fortaleza que Clark construiu. Por isso, Hyathis atrai o Homem de Aço para confrontá-lo e possuir a joia inteira.

Clark e Lois, da era Pré-Ponto de Ignição foram parar na Terra dos Novos 52, depois do reinício do Multiverso acontecido na saga Convergência. Agora eles precisam se adaptar a um novo mundo que também possui suas versões do Superman e de Lois Lane e ainda por cima, criar um filho nessas condições. Essa é a trama básica que o escritor Dan Jurgens teve a oportunidade de escrever... e o fez muito bem. Profundo conhecedor da mitologia do Superman, Jurgens focalizou na relação familiar, ao mesmo tempo em que desenvolvia uma trama envolvendo ameaças alienígenas, o que fez com que a história tivesse um bom equilíbrio entre drama e ação. Toda a trajetória dessa família contada em forma de flashbacks, desde o surgimento da Liga da Justiça dos Novos 52, até a revelação da identidade do Superman por Lois Lane que culminou na fase DC & VOCÊ, contada por Lois foi uma boa sacada. Aliás, “família” foi o foco principal de Jurgens, que também aproveitou para utilizar alguns elementos bem conhecidos do universo do Superman de uma maneira bem natural. Leitura altamente recomendada.

Por Roger