Planeta Home

Rakuten

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Planeta Megapost Marvel: Heróis Mais Poderosos da Marvel #31-39 (Editora Salvat)

Os Heróis Mais Poderosos da Marvel #31 – Doutor Estranho, que reúne as edições #68-74 da revista Doctor Strange, escrito por Roger Stern e desenhos de Paul Smith Bret Blevins, lançado pela Editora Salvat. 


Análise:
O Dr. Estranho vai à Inglaterra para ajudar seu velho amigo Dane Whitman, o Cavaleiro Negro, que vem sofrendo com uma antiga maldição da Espada de Ébano. Cléa se encontra na Dimensão Negra e lidera uma resistência contra sua tirana soberana Umar, irmã de Dormmammu. Após o sucesso de sua empreitada em Londres, Stephen retorna, mas logo em seguida, adentra à Dimensão Negra à fim de ajudar sua ex-discípula Cléa contra a opressão mística de Umar. No processo, uma grande revelação no passado de Cléa muda seu status no universo Marvel.

Hoggoth, Serafim, Faltino, Cinnibus, Oshtur, Morfeu, Watoomb, Farallah, entre outros, estão entre as entidades que fazem parte do arsenal místico do Mago Supremo. Em uma aventura em que todos esses recursos são imprescindíveis, Stephen Strange, em alguns momentos é apenas o coadjuvante, embora sua presença sempre demonstre a força necessária. Esse arco explora muito bem os conceitos que fizeram parte de sua mitologia clássica e deve agradar os fãs tradicionais e novos leitores também. Leitura recomendada.

Os Heróis Mais Poderosos da Marvel #32 – O Coisa, que reúne as edições #53-58 e 60 da revista Marvel Two-in-One, escrito por Mark Gruenwald e desenhos de John Byrne George Perez, lançado pela Editora Salvat. 


Análise:
O Projeto Pegasus é um complexo científico que trabalha com energia e emprega vários recursos, e por isso, necessita de um sistema de segurança reforçado. Quasar é seu chefe de segurança, mas quando os laboratórios passam a ser vítimas de ataques de seres super-poderosos, ele passa a contar o apoio de Ben Grimm, o Coisa. Além disso, um de seus cientistas é Bill Foster, o herói Golias Negro. Juntos, eles defendem o complexo científico contra ataques de Deathlok e Thundra e ainda precisam descobrir a identidade de um traidor dentro do projeto.

Contando com as belas artes de John Byrne e George Pérez, o roteirista Mark Gruenwald cria uma história bem elaborada com várias subtramas que acabam levando ao confronto final com o vilão principal. Em cada edição, embora o foco seja em um herói atuando ao lado do Coisa, todos os personagens recebem um bom tratamento e a história flui suavemente. O humor característico das histórias envolvendo o Coisa se misturam bem com os vários momentos de ação. Leitura recomendada.

Os Heróis Mais Poderosos da Marvel #33 – Destrutor, que reúne a minissérie em cinco partes X-Men: Imperador Vulcano, escrito por Christopher Yost e desenhos de Paco Diaz, lançado pela Editora Salvat. 


Análise:
Gabriel Summers, o Vulcano, irmão de Destrutor assumiu o trono do Império Shi’ar e agora governa como um tirano. Após seu pai, o Corsário ter sido assassinado por Vulcano, Alex Summers, o Destrutor, assume a liderança dos Piratas Siderais, e juntamente com suas companheiras X-Men, Garota Marvel e Polaris e o exército rebelde do Major-General Kaardum e Lilandra, planejam destronar o insano imperador, mas são obrigados a fazer uma improvável aliança contra uma raça alienígena muito mais forte, cujos objetivos despertam sentimentos discordantes.

Ficção científica bem ao estilo Guerra nas Estrelas, com lutas pelo trono real, traições, planos e alianças estratégicas, sacrifícios, difíceis escolhas e muitas batalhas cósmicas. Os desenhos comprovam esses aspectos. Os X-Men tem um bom histórico de aventuras interestelares, mas nessa minissérie, o conceito foi elevado ao extremo. Além de destacar seu persongem principal, Alex Summers, em seu dilema como líder... algo que ele jamais achou que seria capaz de fazer. Leitura recomendada, principalmente para os apreciadores de uma boa aventura espacial.

Os Heróis Mais Poderosos da Marvel #34 – Feiticeira Escarlate, que reúne o arco A Busca Pelo Visão publicado nas edições #47-52 da revista West Coast Avengers, escrito e desenhado por John Byrne, lançado pela Editora Salvat.


Análise:
O Visão teve sua mente apagada e sua personalidade agora é vazia e sem emoção. Wanda pede ajuda a seus companheiros dos Vingadores da Costa Oeste, porém, sentindo-se rejeitada, resolve aceitar a solução proposta por Jeremiah Randômico e sua equipe da Faculdade Absolom. Lá chegando, a Feiticeira Escarlate percebe que caiu em uma armadilha. Não fosse a intervenção de duas outras equipes de Vingadores – Vingadores Leste e Vingadores Centrais, o destino da Feiticeira Escarlate teria sido terrível. Ao retornar, Wanda precisa lidar com a ressurreição de Agatha Harkness, que questiona a verdadeira natureza dos dois filhos da Feiticeira com o Visão – Thomas e William.

Essas edições ainda trazem o retorno do Homem de Ferro e de Jim Hammond, o Tocha Humana original. Porém, fica claro que o escritor John Byrne focalizou sua narrativa em desenvolver a personalidade da Feiticeira Escarlate, dando um passo evolutivo na personagem, principalmente ao tratar da origem dos filhos, William e Thomas, Byrne deixou plantada a semente que seria mais tarde utilizada na saga Dinastia M, e que levaria os X-Men a uma mudança radical de status dentro do universo Marvel, culminando em Vingadores vs X-Men. Byrne deixa sua marca registrada, tanto nos desenhos característicos quanto nos roteiros com várias subtramas a serem desenvolvidas com o tempo. Um bom arco para se conhecer mais a fundo a Feiticeira Escarlate. Leitura recomendada.

Os Heróis Mais Poderosos da Marvel #35 – Anjo, que reúne a minissérie em quatro edições de Aurora Rubra publicada em Psyloche & Archangel: Crimson Dawn escrito por Ben Raab e desenhos de Salvador Larroca, lançado pela Editora Salvat. 


Análise: 
Warren Worthington III, o Anjo e Betsy Braddock, a Psylocke, vivem momentos distintos em sua vida. Warren teve suas asas originais restauradas. Por outro lado, depois de ter sido salva, Betsy passa a lutar contra seu lado sombrio. Kuragari, o Xogun das Sombras reclama o trono da dimensão Aurora Rubra e quer Psylocke como sua rainha, para seus planos de conquista. Um arco que complementa mais um capítulo na história do casal Anjo e Psylocke, definindo o status dos dois X-Men. Uma trama sem maiores ambições, e os traços de Salvador Larroca ainda eram bem influenciados pelos “Anos 90”. Leitura razoável.

Os Heróis Mais Poderosos da Marvel #36 – Punho de Ferro, que reúne as edições 1-6 da revista The Immortal Iron Fist com o arco A Última História do Punho de Ferro, escritor por Ed Brubaker e Matt Fraction e desenhos de David Aja, lançado pela Editora Salvat. 


Análise: 
Desconfiado de uma negociação com a empresa chinesa Wai-Go, o Punho de Ferro empreende uma investigação que o leva a descobrir que se trata, na verdade, de uma empresa de fachada da Hidra e acaba enfrentando o exército terrorista. Orson Randall, que também carrega o poder do dragão chega à Nova York para encontrar com Danny Rand, e é perseguido por capangas de Davos, a Serpente de Aço. Daniel Rand nem desconfiava da existência de um legado do Punho de Ferro que remonta de séculos atrás.

Ed Brubaker e Matt Fraction ampliam a mitologia do Punho de Ferro criando toda uma linhagem de vários guerreiros e guerreiras que carregaram o poder do dragão defendendo a mística cidade de Kun Lun. Uma trama bem construída com vários desdobramentos que fazem sentido e se alinham à trama principal. O uso de flahsbacks auxilia na construção da mitologia do Punho de Ferro. Excelente arco de estreia dessa nova série que começou em 2007. Leitura recomendada.

Os Heróis Mais Poderosos da Marvel #37 – Mercúrio, que reúne o arco Cerco a Wundagore publicado em Heroes for Hire #15-16, Quicksilver #11-13 e Heroes for Hire and Quicksilver Annual #1, escritor por John Ostrander e Joe Edkin e desenhos de Pasqual Ferry, Derec Aucoin e Chris Renaud, lançado pela Editora Salvat. 


Análise:
O mutante Exodus e seus Acólitos tomaram o Castelo de Wundagore, antigo lar do Alto Evolucionário e seus Cavaleiros de Wundagore. Agora, ele deseja o poder do Isótopo E, em posse do Alto Evolucionário, que por sua vez, está determinado a recuperar seu ;ar de volta e curar sua instabilidade evolutiva. Um dos Cavaleiros, o Homem-Fera, traiu o grupo e se uniu à Exodus contra seu ex-criador. Os Heróis de Aluguel e Mercúrio também são obrigados a ir até Wundagore em busca do poder do Isótopo E, pois alguns dos heróis – Punho de Ferro, Luke Cage, Homem-Formiga Scott Lang e o Cavaleiro Negro foram expostos à um estado involutivo.

Crossover entre duas revistas – Heróis de Aluguel e Mercúrio. Embora o encadernado seja do Mercúrio, pode-se dizer que o Pietro não é o protagonista dessa história, antes, divide o espaço com os vários personagens-chave dessa intrincada trama, que começou simples, mas foi aumento em subtramas e desenvolvimentos paralelos. Algumas situações são mostradas de forma um tanto fragmentada, prejudicando um pouco a narrativa, mas no geral, uma aventura que trouxe várias mudanças no final, o que deve ter influenciado no futuro de seus heróis principais, creio eu. Leitura razoável.

Os Heróis Mais Poderosos da Marvel #38 – Blade, que reúne as edições #1-6 da revista Blade (2006), escrito por Marc Guggenheim e desenhos de Howard Chaykin, lançado pela Editora Salvat. 


Análise:
O mestiço Eric Brooks, híbrido com sangue de vampiro, empreende sua caça aos sugadores de sangue desde a infância, uma caçada interminável para vingar a morte de sua mãe. Hoje, como Blade, o Caçador de Vampiros continua a trilhar seu caminho exterminando os de sua própria raça, enquanto viaja no tempo para salvar a mãe de Victor Von Doom e é enviado pela SHIELD para prender Wolverine em plena Guerra Civil, pelo Ato de Registro dos Heróis.

Blade foi um personagem marcante nas histórias do Drácula na década de 1970, mas acabou caindo no esquecimento, sendo relembrado de maneira mais contundente por causa do relativo sucesso do filme homônimo, estrelado por Wesley Snipes em 1998. Em 2006, a Marvel deu outra chance ao personagem em uma nova série, escrita por Marc Guggenheim. Esse primeiro arco explora o passado de Blade e o interage no universo Marvel. Quando comecei a ler a história, achei que seria mais uma leitura que não me agradaria, mas foi melhorando no decorrer das edições. No geral, achei uma leitura satisfatória, mas nada tão relevante.

Os Heróis Mais Poderosos da Marvel #39 – Inumanos, que reúne a minissérie Secret Invasion: Inhumans em quatro partes, escrito por Joe Pokaski e desenhos de Tom Raney, lançado pela Editora Salvat.


Análise:
Tony Stark revela o corpo morto do skrull que estava se passando por Raio Negro. Medusa leva seu corpo à Attilan e acaba descobrindo que a cidade havia sido infiltrada por um exército de skrulls. Somente sua família – Crystal, Górgon, Triton e Karnak poderiam derrotar os invasores e rumar ao espaço em busca do verdadeiro Raio Negro, que estava sendo usado como cobaia para os experimentos dos Skrulls, que pretendem roubar sua voz e usá-la como arma.

Seria tão somente natural que os Inumanos tivessem sua própria minissérie dentro da saga Invasão Secreta, em vista do skrull que se passou por Raio Negro e da antiga animosidade existente entre krees (criadores do Inumanos) e skrulls. O núcleo principal permanece, e o escritor consegue trabalhar muito bem as habilidades individuais de cada um, além de explorar vários elementos que fazem parte do sistema governamental dos Inumanos e da família real. A história também teve acontecimentos que acabaram influenciando o rumo dos Inumanos dentro do universo Marvel. Leitura recomendada.

Por Roger