Planeta Home

Rakuten

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Comentário do Planeta Marvel: Capitão América #1 (Editora Panini)

Leia o comentário do Planeta sobre Capitão América #1, formato americano, 52 páginas, lombada canoa, R$ 7,20, lançado em março de 2017 pela Editora Panini.


Comentário:
Captain America: Sam Wilson #1: Sam Wilson assumiu o manto do Capitão América e diante da intolerância e apatia ao seu redor, além de seu forte desejo de ser mais ativo socialmente o fez cortar seus laços com a SHIELD e com o governo dos EUA e atender diretamente as necessidades do povo. O escritor Nick Spencer parece ter encontrado o título ideal para desfilar suas narrativas irônicas e apoiado em cunho sócio-político. Mesmo quando era o Falcão e parceiro do Capitão América, Sam Wilson sempre teve uma posição ativa em sua comunidade no Harlem chegando a trabalhar como assistente social. Juntando-se a isso, o atual quadro político conturbado nos EUA e temos a receita de um dos títulos mais ousados da fase All-New All-Different Marvel. Leitura altamente recomendada.

Captain America: Sam Wilson #2: Atendendo a um pedido da senhora Mariana Torres, Sam Wilson viaja até o Arizona para procurar seu neto, Joaquin, que ela acredita ter sido seqüestrado pelos Filhos da Serpente. A SHIELD é acusada de estar criando seu próprio Cubo Cósmico a partir de fragmentos que estão sendo recolhidos. Esse projeto, chamado de Kobik foi exposto pelo hacker Sussurrante e tem o apoio de Sam Wilson. Nick Spencer cutuca o assunto da imigração ilegal e também introduz a iniciativa Kobik, que terá um impacto marcante no futuro desse novo universo Marvel Primordial. Leitura recomendada.


Por Roger