Planeta Home

Rakuten

terça-feira, 20 de junho de 2017

Planeta no Cinema Marvel: Gina Prince-Bythewood fala sobre seus planos para dirigir Silver & Black

Pra ser bem sincero, ninguém sabe muito bem o que esperar ainda dos spin-offs ligados ao universo aracnídeo da Sony depois das últimas declarações de Amy Pascal ao lado do presidente da Marvel Studios Kevin Feige. Apenas alguns dias após todo mundo se surpreender com o fato de que os filmes até então independentes se passaram no mesmo universo do Homem-Aranha (portanto, no UCM), a diretora anunciada do filme Silver & Black (Silver Sable e Gata Negra), Gina Prince-Bythewood foi entrevistada pelo site Vulture e deu entender que de fato os filmes terão alguma conexão maior sim com o universo dos heróis da Marvel. Confira: 



"Eu amo esses filmes e vejo todos eles. É exatamente pra onde eu quero levar minha carreira, é algo específico que tenho perseguido. Cabe a mim lidar com essas duas personagens femininas e dizer quem elas são e sobre o que elas tratam. É a maneira perfeita pra mim mergulhar no Universo da Marvel, me focar nessas duas mulheres que eu respeito tanto e mal espero dar vida" disse a diretora. "O mais estranho disso é que eu sabia que eu seria a melhor pessoa pra isso. Normalmente, eu fico nervosa não importa do que se trata quando vou pra uma reunião, mas com isso, eu enxerguei o filme na minha cabeça enquanto eu o lia, e o mais excitante como diretora é quando você sabe o que você quer com tudo aquilo, eu fui capaz de ser bem específica, então foi excitante esses encontros porque tudo o que eu falava, eles amavam. Estávamos nutrindo uns aos outros" disse. 

Gina não perdeu a oportunidade de elogiar o recente sucesso da Mulher-Maravilha, que certamente abrirá portas para mais protagonistas femininas nos cinemas. "Lembro que em certo ponto do filme em que eu estava grudada na tela, apenas deixando aquela boa sensação me inundar de que estou assistindo uma mulher protagonista no filme e ela é a heroína e é durona. Eu me senti bem. Eu fiquei com aquela sensação por alguns dias" disse ela sobre a primeira sessão que assistiu e prosseguiu o relato contando como foi assistir de novo na sequência. "Na segunda vez, eu acho que apreciei a performance de Gal Gadot ainda mais. E também o jeito que eles balancearam o heróismo e o humor. Digo, não há nada pesado na coisa toda, mas também não dá impressão de que seja uma coisa leve ". 

Como também diretora, Price-Bythewood se diz orgulhosa de Patty Jenkins que com um orçamento de 100 milhões já passou dos 300 milhões só na bilheteria americana e potencialmente deve topar com muitos filmes da DC de sucesso em breve. Gina teve oportunidade de conhecer Jenkins em pessoa na Academy of Motion Picture Arts and Sciences. "Ela é legal e carinhosa. Ela me deu umas dicas, e eu vou guardá-las agora. Mas foi uma conexão imediata que tivemos" revelou. 

Sem tradução ainda, Silver and Black ainda não tem data de estreia definida, mas a diretora afirma estar se dedicando interinamente a ele. "Eu vou pra cama pensando nisso, eu acordo pensando nisso, e durante o dia todo, tenho meu notebook que vou jogando minhas ideias, coisas visuais, musicas. É uma oportunidade incrível, mas eu estou absolutamente pronta pra ela" concluiu. 


Fonte: Universo Marvel 616