Planeta Home

Rakuten

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Review: Coleção Definitiva do Homem-Aranha #15 – Homem-Aranha Noir (Editora Salvat)


Review de Coleção Definitiva do Homem-Aranha #15, escrito por David Hine e Fabrice Sapolsky e desenhos de Carmine Di Giandomenico, lançado em novembro de 2017 pela Editora Salvat, 200 páginas, R$ 39,90, formato americano. Originalmente em Spider-Man Noir #1-4 e Spider-Man Noir: Eyes Without a Face #1-4.


Sinopse:
Nova York, 1933. Das ruas da cidade aos corredores de poder, a corrupção está por toda a parte. Chefes perversos de gangues criminosas, como o detestável e jovial Duende, tomaram o controle. Apesar disso, assim que o jovem e rebelde Peter Parker adquire incríveis poderes aracnídeos, ele começa a lutar contra os mafiosos. Prepare-se para um conto à queima-roupa no melhor estilo pulp, quando o mundo do Homem-Aranha é reimaginado como você nunca imaginou!

Comentário:
Noir #1: Início da década de 30. A ativista May Parker luta pelos direitos civis contra um sistema opressivo e corrupto. Ela tem o apoio de seu sobrinho, Peter Parker, que também procura o responsável pela morte de seu tio Ben, assassinado à mando do empresário Norman Osborn, o Duende.

Noir #2: Peter torna-se assistente de Ben Urich pro Clarim Diário, registrando em imagens, toda a loucura e tragédia da Nova York de 1932. Seguindo uma pista de um carregamento dos capangas de Osborn, Peter é picado por uma aranha. Quando invade o escritório do Duende, Parker descobre a verdade sobre Urich.

Noir #3: Após o assassinato de Urich, Felícia Hardy entrega todos os documentos incriminadores referentes à Norman Orsborn e sua rede corrupta, à Peter Parker. Sem poder confiar em ninguém para entregar os documentos, o Homem-Aranha Noir passa a usá-los a seu favor para combater o crime na cidade.

Noir #4: O Homem-Aranha Noir chega a tempo de evitar que Adrian Toomes mate a tia May. Agora, precisa correr contra o tempo antes que Norman e seus capangas matem J. Jonah Jameson e Felícia Hardy.

Noir Eyes #1: Oito meses se passaram após a queda de Norman Osborn. Nova York tem um novo chefe, o Mestre do Crime. O Homem-Aranha Noir pede apoio à Felícia Hardy, mas a dona do gata Negra se recusa. E Peter Parker vai cobrir uma matéria junto com seu amigo Robbie Robertson, sobre os experimentos macabros do Dr. Otto Octavius.

Noir Eyes #2: O Homem-Aranha Noir faz uma dura investida contra um dos principais clubes noturnos do Mestre do Crime. Robbie está desaparecido, enquanto investigava sobre as atividades de supremacistas brancos, ligados a K.K.K. e o tráfico de trabalho escravo negro no Harlem.

Noir Eyes #3: Pego de surpresa pelo Mestre do Crime, o Homem-Aranha Noir estava levando uma surra do Homem-Areia, quando o Agente DeWolfe do FBI e seus homens o salvam. Gravemente ferido, Peter é ajudado por Felícia Hardy, mas ela acaba sendo descoberta pelo Mestre do Crime.

Noir Eyes #4: O Homem-Aranha invade os laboratórios do Dr. Octavius e descobre os experimentos mórbidos realizados ali. Enquanto libertava os prisioneiros, o Mestre do Crime aparece para por um fim em tudo.

O idealista Peter Parker, sobrinho da ativista política May Parker, é um exemplo de honestidade em uma cidade dominada pela corrupção. O escritor David Hine explorar os EUA na época da Grande Depressão como plano de fundo para a criação do Homem-Aranha Noir, um justiceiro que ganhou superpoderes para defender a causa da justiça. Usando os elementos essenciais para a época, como as tentativas do Presidente Roosevelt em recuperar a economia americana e a mitologia do Homem-Aranha, incluindo vários personagens icônicos, Hine consegue um resultado positivo. Leitura recomendada.

Por Roger