Planeta Home

Rakuten

domingo, 11 de dezembro de 2016

Análise do Planeta Marvel: Guerras Secretas Homem-Aranha 3 – Aranhaverso (Editora Panini)

Veja a análise do Planeta Guerras Secretas Homem-Aranha 3 – Aranhaverso, escritor por Mike Costa e desenhos de André Araujo, lançado pela Panini.



Sinopse:
Direto dos filamentos do Aranhaverso, uma equipe de homens-aranhas se vê no Mundo Bélico! Veja essa nova formação composta por Gwen-Aranha, Homem-Aranha Noir, Homem-Aranha Indiano, Mayday Parker e ninguém menos que o espetacular... Porco-Aranha!

Análise:
Antes de qualquer coisa, é bom lembrar que na época do lançamento de Guerras Secretas, o editor Tom Breevort disse que todos os tie-ins, embora levassem os títulos de grandes sagas que marcaram a Marvel, os autores teriam total liberdade de escolhas e adaptação das histórias. Deixarei esse lembrete em todas as minhas análises de Guerras Secretas.

Dito isso, Aranhaverso mostra alguns dos Aranhas – Gwen-Aranha, Homem-Aranha Noir, Homem-Aranha Indiano, Homem-Aranha Britânico e Mulher-Aranha em um mundo a qual não pertencem. Eles querem descobrir como vieram parar ali e retornar para seus mundos. O poderoso empresário e prefeito Norman Osborn coloca à disposição toda a tecnologia da Ozcorp a fim de ajudar os aracnídeos, mas Gwen não acredita na motivação do prefeito desse domínio. Trama interessante por colocar diversas versões de Aranhas em um mesmo lugar, mas deixá-los cientes de que algo está errado com o tempo e espaço. Para a saga principal não traz nenhuma relevância, mas aborda um aspecto peculiar para quem vive no Mundo Bélico. Uma aventura sem compromissos e com bons momentos divertidos, em boa parte por causa do Porco-Aranha. Leitura recomendada.


Por Roger