Planeta Home

Rakuten

sábado, 12 de agosto de 2017

Planeta Comenta DC: Liga da Justiça da América #5-9 (1997)

Li Liga da Justiça #5-9, do encadernado JLA: American Dream, com roteiro de Grant Morrison e desenhos de Howard Porter e Oscar Jimenez, e farei breves comentários das edições.


Edição #5: No funeral de Metamorfo, Superman lamenta que poucas pessoas estejam presentes. Mas é interessante quando o padre fala “as pessoas não estão mais interessadas em funerais de meta-humanos, sabem que vocês renascem o tempo todo”, mostrando a banalidade das mortes nas HQs. A Liga abre as portas para novos recrutas. A primeira é Amanhã, uma nova heroína que, na realidade, é uma androide criada pelo Prof. Morrow para destruir a Liga. Porém, nesse ínterim, algo estranho acontece com Amanhã que se recusa a obedecer aos comandos para matar seus “companheiros” de equipe.

Edição #6: Zauriel foge para a Terra para buscar ajuda para enfrentar Asmodel. Será que forças angelicais estarão acima dos poderes da Liga?

Edição #7: Demonstrando um poder descomunal, Superman consegue salvar a Terra de colidir com a Lua e ainda ajuda seus companheiros a derrotar o anjo Asmodel. No inferno, Lorde Neron parece ter outros planos em mente.

Edição #8: O vilão Chave desperta de seu coma e consegue capturar toda a Liga. Connor Hawke, o mais novo membro se teleporta até a Torre na Lua, e antes mesmo de se tornar membro oficial, precisa ajudar libertar os heróis de seus comas induzidos.

Edição #9: Enquanto os membros da Liga da Justiça estão em coma e tendo suas próprias alucinações induzidas por um vírus psicoquímico, Connor tenta sozinho deter o Chave e seu exército de robôs.

Grant Morrison expande as fileiras da Liga da Justiça e o tom heróico e grandioso se mantém nesse segundo volume, com a presença de arcanjos e versões alternativas. Leitura satisfatória.


Por Roger