Planeta Home

Rakuten

sábado, 23 de junho de 2018

Planeta Leu Marvel: Homem-Aranha #46-50 (2001)


Li Homem-Aranha #46-50, do encadernado Amazing Spider-Man: Life and Death of Spiders, com roteiro de J. M. Straczynski e desenhos de John Romita Jr, e farei breves comentários sobre as edições.


Edição #46: Dr. Estranho aparece num sonho de Peter para dizer que sua caçada ao Sombra no Plano Astral desencadeou acontecimentos que podem afetar sua vida. Por conta desses acontecimentos surge Shathra, que representa uma Vespa-Caçadora, um ser de outra dimensão, uma predadora natural de aranhas, ela representa seu inimigo natural.

Edição #47: Shathra se faz passar por uma humana chamada Sharon a vai à público denunciar e caluniar o Aranha na TV. Seu plano dá certo pois Peter fica tão furioso com a difamação que perde a cabeça e deixa-se agir por puro instinto aracnídeo.

Edição #48: Ezekiel salva Peter e o leva até Gana, a terra natal de origem do primeiro Homem-Aranha, contando sua aparente verdadeira origem. A Vespa é atraída e o confronto final entre a “vespa” e a “aranha” está prestes a acontecer.

Edição #49: Antes de retornar à Nova York, Peter decide passar em Los Angeles para falar com MJ, mas ao chegar, ela já partiu, justamente para Nova York. Os dois se desencontram e decidem retornar aos seus lares, mas devido a uma tempestade, seus vôos acabam pousando em Denver.

Edição #50: No aeroporto enquanto Peter e MJ começam tentar se entender, o Doutor Destino aparece pois está voltando de uma convenção, e é atacado por terroristas que querem a liberdade na Latvéria. Participação especial do Capitão América.

JMS continua a desenvolver os elementos que ele introduziu no início de sua fase nas histórias do Homem-Aranha. Criar Shathra contribui para expandir essa mitologia aracnídea fazendo com que Ezekiel continue a ser um personagem de importância que terá uma forte influência em breve. A edição #49 mostrando o desencontro entre Peter e MJ em ritmo cinematográfico é espetacular e a história da edição #50 com Peter e MJ tentando se entender enquanto o Aranha precisa ajudar o Doutor Destino do ataque de terroristas são momentos imperdíveis. O ritmo continua em alto nível, sem perder o fôlego e esse arco também é leitura obrigatória.

Por Roger